Polícia

em 5 outubro, 2018

Associação dos Oficiais Militares divulga nota, cobra décimo de 2017 e lamenta decisão judicial

A Associação dos Oficiais Militares do Rio Grande do Norte externa a toda população potiguar seu lamento pela decisão do Tribunal de Justiça do Rio Grande do Norte, que cancelou a audiência de conciliação marcada para hoje dia 4 de outubro, dificultando um possível acordo sobre o atraso no pagamento do décimo terceiro salário do ano de 2017 dos militares, quitação que, por lei, deveria ter sido feita no dia 20 de dezembro do ano passado.

 

A decisão da desembargadora Zeneide Bezerra, relatora do processo, trouxe um clima de desolação a associação dos Oficiais militares, por terminar nos deixando refém de mais uma irresponsabilidade do Governo do Estado, que penaliza o servidor da Segurança com que lhe é sagrado: o direito de receber o décimo terceiro salário.

 

Diante da postura criminosa do Governo do Estado, que há quase um ano atrasa o pagamento do décimo terceiro, e com o Judiciário se abstendo de conciliar as partes, estaremos nos reunindo nos próximos dias para definir novas estratégias de reivindicação e protesto.