Política

em 3 dezembro, 2019

Bolsonaro diz que falas sobre AI-5 são liberdade de expressão

O presidente Jair Bolsonaro classificou como “liberdade de expressão” as declarações recentes de seu filho, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), e o ministro da Economia, Paulo Guedes, que sugeriram um novo AI-5 como solução para uma hipotética radicalização da esquerda. Em entrevista ao Jornal da Record exibida nesta segunda-feira 2, o presidente justificou a menção de ambos a uma medida da ditadura militar pela possibilidade de um contexto “parecido com o terrorismo, como vem acontecendo no Chile”.

“Eu entendo isso [falas de Eduardo e Guedes citando o AI-5] como liberdade de expressão, nada mais além disso. O fato de citar o AI-5, coisa que existia na Constituição passada, eu não vejo nada de mais. O Paulo Guedes e o Eduardo citaram [o AI-5] em um contexto de descambar o Brasil não para movimentos sociais e reivindicatórios, mas para algo parecido com o terrorismo, como vem acontecendo no Chile”, disse o presidente.

 

Autor(a): Saulo de Castro