Política

em 9 outubro, 2019

Bolsonaro vai deixar o PSL, diz revista reportagem da revista Veja

O presidente Jair Bolsonaro decidiu deixar o PSL. As informações são da revista Veja. De acordo com a publicação, aliados próximos ao presidente já estão cientes da decisão. A saída é resultado de uma série de pequenos conflitos entre Bolsonaro e partido, além de diversas insatisfações do presidente. 

Na última terça (8), o presidente chegou a afirmar: “Esqueça o PSL”, ao seu ser questionado sobre o partido na saída do Palácio da Alvorada.

Oficialmente, Bolsonaro já está afastado

O presidente nacional do PSL, deputado federal Luciano Bivar, afirmou nesta quarta (9) que o presidente Jair Bolsonaro “já está afastado” do PSL, classificando a fala de Bolsonaro como “terminal”.

“Esquece o PSL, tá ok?! Esquece”, disse Bolsonaro. Perguntado se o presidente deixará o partido e se já houve uma conversa sobre o assunto, Bivar respondeu: "A fala dele foi terminal, ele já está afastado. Não disse para esquecer o partido? Está esquecido". As informações são do blog da jornalista Andreia Sadi, repórter da TV Globo e da GloboNews.

Bivar, segundo o blog, afirmou ainda que não sabe o que se passa na cabeça de Bolsonaro e que quer "paz". O deputado afirmou ainda que é uma “falácia” dizer que a distribuição de dinheiro dos fundos partidário e eleitoral – cerca de R$ 350 milhões em 2020 – seria o pano de fundo das desavenças.

Mesmo assim, o PSL não deixará de apoiar as medidas do governo, segundo Bivar. Ele afirmou também que solicitou uma reunião com o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, para dizer que o PSL estará “sempre com os ministros”. Por fim, ressaltou que “não muda nada” se Bolsonaro sair do PSL oficialmente.

“O que pretendemos é viabilizar o país. Não vai alterar nada se Bolsonaro sair, seguiremos apoiando medidas fundamentais. A declaração de ontem foi terminal, ele disse que está afastado. Não estamos em grêmio estudantil. Ele pode levar tudo do partido, só não pode levar a dignidade, o sentimento liberal que temos e o compromisso com o combate à corrupção”, concluiu Bivar, segundo o blog.

 

Autor(a): Saulo de Castro