Marca Maxmeio

Arquitetura

Comentar (0) Curtir Twitter

Arquitetura


05 de maio de 2017   -   09:58:30

Décor do dia

Décor do dia: sala de jantar em tons de branco, cinza e bege

Mistura de cores neutras pode, sim, ter um resultado interessante

04/05/2017| POR REDAÇÃO FOTO REPRODUÇÃO casa vogue

Decor do dia (Foto: reprodução)

Esta sala de jantar prova que é possível investir apenas em tons neutros e ainda assim conseguir um resultado pra lá de interessante no décor. O ambiente, que faz parte de um apartamento em Paris decorado pela AD Office, traz calma e ao mesmo tempo atrai o olhar graças ao contraste sutil entre o branco, o cinza e o bege. Sobre a mesa circular, a luminária pendente cria um contraponto geométrico em relação à boiserie. Enquanto isso, no chão, o tapete sobre o piso de madeira acrescenta textura e acolhimento, transformando a sala no cenário propício para boas refeições e conversas.

 

Comentar (0) Curtir Twitter

Arquitetura


03 de abril de 2017   -   17:02:03

Escritórios do futuro, Milão 2017

Salão do Móvel de Milão reúne lançamentos para escritórios do futuro

A exibição workplace 3.0 questiona a atual forma de trabalho e propõe soluções que colocam o individuo no centro das atenções

24/03/2017| POR GIOVANA MARADEI FOTOS:DIVULGAÇÃO casa vogue

Salão do Móvel de Milão reúne lançamentos para os escritórios do futuro (Foto: Divulgação)

Em um estudo feito pelo Fórum Econômico Global, 65% das crianças que entram hoje na pré-escola vão trabalhar em profissões que ainda não existem. E, se nem as carreiras do futuro serão as mesmas, quem dirá os escritórios, não é mesmo? Por isso, a exibição workplace 3.0, que faz parte do Salão de Móvel de Milão, propõe uma reflexão sobre os ambientes corporativos de hoje e reúne propostas diversas que prometem adequar o ambiente das empresas às novas formas de encarar o trabalho.



Este ano a exposição ocupará dois pavilhões, o 22 e o 24, que juntos somam 10 mil m² e reuni um total de 92 expositores, entre fabricantes de móveis e mobiliário. Acontecerá por lá também a Joyful Sense at Work, um evento / exposição com curadoria de Cristiana Cutrona, anunciado pela primeira vez em 2016, que busca dar  forma e vida às últimas teorias de produtos de escritório e design de espaço de trabalho.

Entre as tendências apontadas pelos organizadores do Salão do Móvel de Milão, e que devem de alguma forma ser atendidas pelos designers presentes, está o espírito nômade desta nova geração, que quer sempre mudar de lugar e espera que seu escritório o acompanhe por onde ele for; e também o encontro entre casa e escritório, dois ambientes que antes eram opostos e hoje se tornam cada vez mais misturados.

"Uma consequência da grande liquidez dos estilos de vida contemporâneos é uma crescente sobreposição entre espaço de vida e espaço de trabalho, com casas e mobiliário doméstico adaptando-se ao uso duplo: para casa  e escritório", explicam os organizadores que ainda destacam o aumento no número de peças móveis, que podem ser transportadas para diversos espaços.

Salão do Móvel de Milão reúne lançamentos para os escritórios do futuro (Foto: Divulgação)

Pensado nestas tendências, e claro, em tornar os locais de trabalho um lugar verdadeiramente agradável, a edição 2017 do Workplace 3.0 introduz uma abordagem altamente centrada no ser humano e deve apresentar as mais novas soluções de design concebidas para impactar positivamente o equilíbrio entre a vida profissional e a vida pessoal.

 

Comentar (0) Curtir Twitter

Arquitetura


03 de abril de 2017   -   16:14:46

Plantas dentro do quarto.

Seis ideias de como ter plantas no quarto

Exuberantes ou minimalistas, há propostas para todos os estilos

01/04/2017| POR LÍGIA NOGUEIRA FOTOS DIVULGAÇÃO casa vogue

paisagismo-plantas-no-quarto (Foto: Divulgação)

Casa ou apartamento, não importa: a consciência da boa influência das plantas nos ambientes é cada vez mais presente. “Qualquer lugar fica mais aconchegante com plantas”, acreditam as arquitetas Denise Yui e Julia Rettmann, da Selvvva, de São Paulo. Seguindo esse movimento, que tem ganhado cada vez mais força principalmente nas grandes cidades, ter um espaço com boa iluminação já é uma desculpa para cultivar espécies dentro de casa.

Ter plantas no quarto já foi considerado inadequado, mas essa teoria caiu por terra há algum tempo. O cômodo também entra na tendência greenery com diferentes intensidades – só depende da vontade e do tempo disponível para cultivar as mais variadas espécies. Confira a seguir seis ideias simples de como ter plantas no quarto de dormir.


 

paisagismo-plantas-no-quarto-1 (Foto: Divulgação)


Uma palmeira de quase dois metros de altura foi a espécie escolhida para este quarto tropical chic, em sintonia total com o espírito greenery da temporada. A clássica areca é ornamental e de fácil cultivo. Além de posicioná-la perto da janela, de modo que ela pegue sol durante algumas horas do dia, outro cuidado fundamental é nunca deixar que o solo seque completamente. Uma atitude que vale para qualquer planta é colocar o dedo na terra e sentir se ela precisa de mais ou menos água e, então, realizar regas conforme o necessário.

 

paisagismo-plantas-no-quarto-2 (Foto: Love On Sunday Studio)


Um jeito minimalista de ter plantas no quarto é investir em galhos de espécies como o eucalipto. Neste dormitório inspirado no estilo escandinavo, os ramos foram posicionados sobre a cabeceira, compondo uma elegante wall art que traz cor e um leve perfume para o ambiente. Uma das mesas laterais foi decorada com uma suculenta em cachepot dourado, outra tendência que veio para ficar.

 

paisagismo-plantas-no-quarto-3 (Foto: Divulgação)


E por falar em suculenta, a espécie é uma das mais recomendadas aos iniciantes, por ser de fácil manutenção (precisa de luz em abundância e pouca água). Espécies pendentes, como o dedo de moça, trazem textura e dão um upgrade imediato no décor. Efeito semelhante tem o Senecio rowleyanus, conhecido popularmente como “rosário” ou “string of pearls”. Ao escolher uma planta pendente, vale investir em uma estrutura de ferro com bom design para valorizá-la ainda mais – diversas marcas dão uma cara contemporânea para os clássicos suportes usados no passado.

paisagismo-plantas-no-quarto-4 (Foto: Homepolish)


A figueira ou Ficus lyrata é outra espécie que vem sendo bastante utilizada na decoração indoor. A planta fica linda em um canto do quarto, próxima à janela. Um cesto de fibra natural usado como cachepot acrescenta textura e torna o ambiente mais acolhedor. Sua folhagem exuberante precisa de luz difusa para se desenvolver.

paisagismo-plantas-no-quarto-6 (Foto: Divulgação)


Por ser uma espécie pendente, a jiboia fica linda quando colocada em hangers, ou sobre móveis e prateleiras. Conforme crescem e se desenvolvem, seus ramos se derramam pelos ambientes. Versátil, a planta combina com vários estilos de decoração, mas precisa ser regada com frequência. Lembre-se de molhar o solo a cada dois ou três dias.

paisagismo-plantas-no-quarto-7 (Foto: Divulgação)


A espada-de-são-jorge purifica o ar e aumenta os níveis de oxigênio, por isso é considerada uma das espécies mais indicadas para o quarto. Outro ponto a favor da espécie, que é muito resistente, é que suas folhagens rígidas são verticais e quase não ocupam espaço. Regue sempre que a terra estiver seca ao toque.

paisagismo-plantas-no-quarto (Foto: Divulgação)

Casa ou apartamento, não importa: a consciência da boa influência das plantas nos ambientes é cada vez mais presente. “Qualquer lugar fica mais aconchegante com plantas”, acreditam as arquitetas Denise Yui e Julia Rettmann, da Selvvva, de São Paulo. Seguindo esse movimento, que tem ganhado cada vez mais força principalmente nas grandes cidades, ter um espaço com boa iluminação já é uma desculpa para cultivar espécies dentro de casa.

Ter plantas no quarto já foi considerado inadequado, mas essa teoria caiu por terra há algum tempo. O cômodo também entra na tendência greenery com diferentes intensidades – só depende da vontade e do tempo disponível para cultivar as mais variadas espécies. Confira a seguir seis ideias simples de como ter plantas no quarto de dormir.


 

 

Comentar (0) Curtir Twitter

Arquitetura


28 de março de 2017   -   14:53:28

U. Formato do edificio mais alto do mundo.1,2 km

Edifício em formato de U promete ser o mais longo do mundo

A ousada proposta de 1,2 km tenta burlar a altura máxima permitida para os prédios de Manhattan, em NY

28/03/2017| POR AMANDA SEQUIN | FOTOS DIVULGAÇAO.casa vogue

Skyscraper oiio (Foto: Divulgação)

Em Nova York, assim como diversos lugares do mundo, existe um limite estabelecido para a altura dos arranha-céus. O World Trade Center, por exemplo, tem 541,3 m. Parece muito, mas o Oiio Studio, um escritório de arquitetura local, propôs uma ideia ainda mais ousada, visando quase dobrar este valor sem infringir as leis. Eles elaboraram um projeto onde o edifício, de aproximadamente 1,2 km, é disposto no formato de um U. 

 

Skyscraper oiio (Foto: Divulgação)

Big Bend é o nome do projeto pensado para a Billionaires' Row, região da rua 57 próxima ao Central Park e que já é conhecida pelos prédios altíssimos. Para se ter uma ideia, seu tamanho é ainda maior que o Burj Khalifa, em Dubai, considerado o maior prédio do mundo com seus 828 metros. 

"Se conseguimos dobrar a nossa estrutura em vez de dobrar as regras de zoneamento de Nova York, seríamos capazes de criar um dos edifícios mais prestigiados em Manhattan. O edifício mais longo do mundo. O Big Bend pode se tornar uma modesta solução arquitetônica para as limitações de altura de Manhattan", descrevem os arquitetos.

Edifício em formato de U promete ser o mais longo do mundo (Foto: Divulgação)

Além do formato ousado, o escritório ainda lidaria com outro dilema: criar um elevador que, além de se mover verticalmente, precisariam também trabalhar na horinzontal. Por enquanto, a ideia ainda segue no papel - os arquitetos buscam um investidor para tal empreitada superlativa.

 

Comentar (0) Curtir Twitter

Arquitetura

Comentar (0) Curtir Twitter

EDIÇÃO N° 50 - AGOSTO DE 2017