Marca Maxmeio

Arquitetura


03 de janeiro de 2017   -   11:15:10

Famoso e seu Refúgio em Trancoso

Sarah Chofakian revela seu refúgio em Trancoso

Totalmente aberto à natureza baiana, o refúgio de verão da designer de sapatos Sarah Chofakian, projetado por Gui Mattos, é agradável 365 dias por ano

02/01/2017| TEXTO BETINA MARCON; PRODUÇÃO TIAGO CAPPI; FOTOS MARCO ANTONIO

CASA VOGUE

cv376 editorial sarah chofakian (Foto: Marco Antonio)

Desde o início, a designer de sapatos e empresária Sarah Chofakian queria que tudo em sua casa de veraneio em Trancoso fosse o mais local possível: dos materiais utilizados ao estilo arquitetônico. Uma vez por mês, ela pega o avião rumo ao sul da Bahia, especificamente a 60 km do centro de Porto Seguro, e instala-se na Fazenda Rio da Barra, de frente para o gramado central, uma área que reproduz a disposição do célebre Quadrado. Há dois anos, este é o lugar escolhido para reunir amigos e familiares, reabastecer energias e cuidar da saúde – além de organizar festas, claro. “O maior valor dessa casa é a elegância de sua simplicidade”, elogia Sarah.

 

cv376 editorial sarah chofakian (Foto: Marco Antonio)

Ela tinha no telhado de taubilha um pedido especial, desejo posto ao arquiteto Gui Mattos, que lidou com um limitante: ao erguê-lo, a construção não poderia ultrapassar 5 m de altura (norma do condomínio; manter as casas baixas dá chance a moradias posteriores de também terem vista para o centro da vila). Resultado: quando chega ao ponto máximo, o telhado sofre um corte horizontal e as taubilhas mudam de sentido – elas descem tal qual uma veneziana em direção a um pátio interno totalmente aberto para o interior.

“A primeira vez que choveu, não tínhamos certeza se ia dar certo, mas foi perfeito”, diz. Hoje, esta é a característica com que a designer mais se identifica ali. “Esse detalhe é único, eu nunca tinha visto antes.” Quem olha o refúgio por dentro, observa o telhado pairar sobre os caixilhos e os cômodos de alvenaria. A solução da cobertura deu liberdade para buscar uma visão diferente da arquitetura regional, exemplificada pelas “caixas” que delimitam alguns ambientes. “É a releitura do que poderia ser a casa de um pescador ou de um morador local”, afirma Gui Mattos. 


cv376 editorial sarah chofakian (Foto: Marco Antonio)

A sintonia com a região se mostra, ainda, na natureza. Não é raro ver corujas no jardim, revoadas de periquitos e luares inesquecíveis. “A gente até se confunde se está no campo ou na praia”, conta Sarah. Por situar-se no topo de uma falésia, o mar fica ao alcance dos olhos, mas a areia distante o suficiente para criar variadas atmosferas. O pergolado, feito a pedido da designer após o término do projeto, foi construído por trabalhadores do entorno e é o ambiente preferido para contemplar a paisagem. “Ver o mar e o pôr do sol de lá é algo imperdível. O sol fica rosa e é a coisa mais linda do mundo”, conta.

 

cv376 editorial sarah chofakian (Foto: Marco Antonio)
cv376 editorial sarah chofakian (Foto: Marco Antonio)

A decoração da morada foi toda feita por Sarah, que chegou a desenhar móveis e mandar fabricá-los em marcenarias de Trancoso. A prioridade é sempre para a utilidade do objeto: “É tudo muito funcional. Gosto de coisas usáveis, simples.” Os conhecidos que visitavam também ajudaram com presentes variados. Um amigo de longa data, que é já “patrimônio da família”, esteve na casa e sentiu falta de um sofá. Mandou vir o móvel da Califórnia, eleito por meio de fotos. “Ele sugeriu este e foi perfeito.”

O cair da tarde é imbatível, segundo a proprietária, para quem “a Bahia é muito agradável durante os 365 dias do ano”. “E a casa é gostosa até quando chove”, diz a psicanalista de formação, que clinicou por cinco anos antes de fazer carreira na moda e comandar a grife com cinco lojas próprias. Além do interior arejado, a área externa é ideal para repor as energias. Há uma sauna subterrânea que surpreende grande parte dos convidados. “Chamo meu massagista todos os dias no final de tarde”, afirma. “Depois, entro na piscina à noite, quando a água fica quente. Com o luar, é mágico.”

cv376 editorial sarah chofakian (Foto: Marco Antonio)

 

Comentar (0) Curtir Twitter

Arquitetura


27 de dezembro de 2016   -   10:46:27

Shopping Eldorado

{SP}: Shopping Eldorado recebe Prêmio de sustentabilidade com horta e composteira em sua cobertura.

1 de março de 2016

Você já parou para pensar na quantidade de resíduos orgânicos gerada pela praça de alimentação de um shopping center? Grande parte destes centros comerciais envia estes resíduos a aterros sanitários, porém, esta nem sempre é a opção mais adequada em termos ecológicos.

Pensando nisso, em 2012 o Shopping Eldorado, em São paulo, decidiu implementar uma composteira em sua cobertura, oferecendo um destino mais adequado aos mais de 400 quilogramas de resíduos orgânicos gerados em sua praça de alimentação.

O chamado “Telhado Verde” permitiu ao shopping transformar grande parte dos dejetos em fertilizante, que é aplicado em uma horta orgânica. A partir dos restos de mais de 10 mil refeições servidas todos os dias no shopping, são produzidas quatorze toneladas de fertilizantes ao mês.

 

Nesta horta cultiva-se berinjela, cebola, pimentão, cebola, gengibre, tomate, lavanda, erva-cidreira, hortelã e muitos outros vegetais e hortaliças completamente livres de pesticidas; produção que é usada na cozinha dos próprios restaurantes do shopping. Além disso, nos dias de colheita os funcionários podem subir na cobertura do shopping e levar gratuitamente os vegetais para casa.

Segundo Sérgio Nagai, um dos idealizadores da iniciativa, “já plantamos e colhemos 25 kg de feijão, com os quais se fez uma feijoada para 400 empregados em 2013, a ideia é continuar assim.”

A horta também ajuda a diminuir a temperatura interna do shopping, reduzindo o consumo de energia com ar-condicionado. Além disso, a cobertura verde reutiliza os mais de 100 mil litros de água usada pelos motores dos equipamentos de climatização na rega das horta e redireciona a água da chuva para os banheiros do shopping.

Com este projeto, o shopping center reaproveita 25% de seus dejetos mensais. Porém, a administração pretende ir além: o objetivo é deixar de enviar resídios ao aterro sanitário até o ano de 2017.

Segundo Marcio Glasberg, gerente de operações do shopping, “toda grande empresa deve ter esta preocupação com a sustentabilidade. Além da participação de nossos funcionários, o projeto é bom por razões econômicas. Desde que fizemos o teto verde, reduzimos nosso consumo de energia e também a quantidade de resíduos, o que também diminui nossos gastos.” No total, a medida permite economizar por mês cerca de 12 mil reais.

Ano passado a iniciativa ganhou o prêmio de sustentabilidade da Abrasce (Associação Brasileira de Shopping Centers) e o prêmio de Grande Empresa da Federação de Comércio de São Paulo. Além disso, o Eldorado anunciou que a partir deste ano sua cobertura passará a ter 9.500 metros quadrados de hortas (um aumento de 3.500 m² em relação a 2015).

Referências: Shopping EldoradoO Globo e Veja SP.

 

Comentar (0) Curtir Twitter

Arquitetura


26 de dezembro de 2016   -   09:32:39

Segundo lar, lagoa, praia serra ou campo?

Lagoa, campo, praia ou serra! chegou o verão e com ele,todos desejam curtir um lugar diferente, alternativo, mas com o conforto de sua residência.

Para nos que temos um vasto litoral é bem mais comum uma casa de praia , mas muitos optam por destinos diferentes.

Comentar (0) Curtir Twitter

Arquitetura


23 de dezembro de 2016   -   11:40:56

Casa Branca

Obama revela seus aposentos na Casa Branca

Pouco antes de deixar a presidência dos Estados Unidos, Barack Obama mostra detalhes íntimos da residência oficial e sua decoração luxuosa

01/11/2016| POR REDAÇÃO; FOTOS REPRODUÇÃO

CASA VOGUE

Obama revela seus aposentos na Casa Branca (Foto: Reprodução)

Em entrevista à revista Architectural Digest, o presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, mostrou detalhes íntimos da residência oficial, a Casa Branca, onde ele, a esposa Michelle, e as filhas Malia e Sasha vivem desde o início do mandato, há quase oito anos.

Quem conduziu o visual acolhedor e elegante da casa foi o decorador Michael Smith, de Los Angeles. Sem intereferir no caráter histórico do edifício, as peças escolhidas evocam um estilo tradicional, clássico, mas com toques modernos, principalmente nas obras de arte - a maioria abstrata e contemporânea. Entre as pinturas, destaque para a tela de Alma Thomas, primeira artista afro-americana na residência oficial. 


Confira a seguir os ambientes da Casa Branca - incluindo a suíte do casal! 

Obama revela seus aposentos na Casa Branca (Foto: reprodução)
Obama revela seus aposentos na Casa Branca (Foto: reprodução)
Obama revela seus aposentos na Casa Branca (Foto: reprodução)
Obama revela seus aposentos na Casa Branca (Foto: reprodução)
Obama revela seus aposentos na Casa Branca (Foto: reprodução)
Obama revela seus aposentos na Casa Branca (Foto: reprodução)
Obama revela seus aposentos na Casa Branca (Foto: reprodução)
Obama revela seus aposentos na Casa Branca (Foto: reprodução)


 

 

Comentar (0) Curtir Twitter

Arquitetura

Comentar (0) Curtir Twitter

Arquitetura


30 de novembro de 2016   -   11:03:30

Sua casa fala??

Sua casa tem a sua cara?

Livro ajuda a elaborar seu estilo

Por Silvia Gomez

A casa fala - Uma relação de Vida e Amor | <i>Crédito: Foto: Divulgação
A casa fala - Uma relação de Vida e Amor | Crédito: Foto: Divulgação

Parece simples, mas é muito comum a dificuldade em definir e conquistar um estilo próprio na hora de reformar e decorar a própria morada. Lançado hoje à noite, em São Paulo, na loja Regatta Casa, o livro A casa fala - Uma relação de vida e amor (Editora Scortecci, R$ 45) buscar elucidar questões como essa, segundo as autoras, a psicóloga Yara Lorenzetti e a designer de interiores Maria do Carmo Brandini, a qual conta aqui um pouco da abordagem proposta.


De que maneira a casa conta a história de seus habitantes?

Através da composição de objetos, quadros e mobiliário e do próprio padrão da arquitetura e do design de interiores, configurando a construção de suas histórias de vida. Intuitivamente o ser humano coloca no exterior aquilo que tem em seu interior.

 

Como o livro ajuda quem quer por a mão na massa na hora de decorar?

 

Ele ajuda principalmente a observar padrões, conceitos e crenças que tolhem a criatividade e não permitem que o indivíduo crie um espaço com o qual se identifique, com toda a liberdade para mostrar suas conquistas e paixões.

 

Como lidar com a dificuldade em definir um estilo na hora de reformar?

O livro oferece um roteiro que chamamos de anamnese e que poderá contribuir para a definição desse estilo, trazendo a descrição de todas as fases de um projeto, do inicio ao fim da obra, um capítulo importante também para profissionais da área.

 

24/11/2016 - 21:02

 
NOTÍCIAS RECOMENDADAS PARA VOCÊ

 

Comentar (0) Curtir Twitter

EDIÇÃO N° 52 - OUTUBRO DE 2017