Cidade

em 9 setembro, 2019

Controle biológico é alternativa ao uso de agrotóxico na fruticultura

O mercado da fruticultura exige práticas compatíveis com a exigência dos consumidores que buscam produtos com menor uso de pesticidas químicos no combate a pragas agrícolas, por exemplo. Para acompanhar essa e outras tendências do setor, caravana de produtores familiares de frutas, apoiados pelo Sebrae no Rio Grande do Norte, apostam no controle biológico de pragas, para produzir alimentos mais saudáveis e que não representem danos ao meio ambiente.

Esses produtores, vindos dos municípios de Serra do Mel, Cerro Corá, Lagoa Nova, Ielmo Marinho, Jaçanã e Equador, participam da programação técnica de científica do II Simpósio Potiguar de Fruticultura, realizado em Mossoró, pelo Sebrae do Rio Grande do Norte, em parceria com a Universidade Federal Rural do Semiárido (Ufersa) e Comitê Executivo da Fruticultura do RN (Coex).

A busca pelo conhecimento sobre a prática do controle biológico de pragas agrícolas e insetos a partir do uso de inimigos naturais, faz sentido, já que, o uso de agrotóxicos sintéticos pode representar, na prática, rejeição às frutas produzidas por consumidores do Brasil e do exterior.

“Apresentamos aos agricultores experimentos para um controle racional e sadio das pragas, que não deixa resíduos nos alimentos e são inofensivos ao meio ambiente e à saúde da população, além de reduzir a exposição das frutas a produtos químicos, ser mais barato do que defensivos sintéticos e colaborar com a sustentabilidade dos ecossistemas”, explica Valdilene Santos, que ministrou palestra sobre o tema.

Apesar de algumas desvantagens, também apresentadas na oficina, como necessidade de mais tempo, controle e treinamento, o controle biológico apresentou boa aceitação dos produtores presentes. “Eles conseguiram entender que os principais benefícios não são imediatos, mas a longo prazo, com ganhos para o produtor, o consumidor e o meio ambiente. Foi importante o contato deles com essa alternativa”, avalia.

Autor(a): Saulo de Castro