Polícia

em 10 abril, 2018

Deprov apreende dois adolescentes suspeitos de arrastarem vítima presa ao cinto de segurança

Em coletiva realizada na tarde dessa segunda-feira (9), a Delegacia Especializada em Defesa da Propriedade de Veículos e Cargas (Deprov) esclareceu o caso da tentativa de roubo que arrastou a vítima presa ao cinto de segurança pelas ruas do bairro Cidade da Esperança no dia 22 de março. Após investigações, a polícia conseguiu apreender dois adolescentes suspeitos de participarem da ação criminosa. Os suspeitos apreendidos possuem 14 e 16 anos de idade e confessaram o crime.

Um deles se entregou na quinta-feira (5), e na manhã da sexta-feira (6), a mãe de um dos participantes da ação foi até a promotoria de Justiça, alegando que o filho tinha desaparecido. Após uma revista com a senhora, a polícia encontrou munições de uma arma de calibre compatível com a que foi usada na tentativa de roubo, o que resultou na prisão dela. Na delegacia, ela alegou que o filho confessou a participação, porém, estava escondido e não sabia o seu paradeiro. Como a mãe presa, o filho entregou-se para a polícia.

Relembre o caso

No dia 22 de março deste ano, ocorreu um crime onde a vítima (tentando evitar o roubo de seu veículo) entrou em luta corporal com um dos 3 assaltantes e acabou presa ao cinto de segurança, sendo arrastada por mais de 1 km pelas ruas do bairro Cidade da Esperança.

A colaboração da população através de informações é de suma importância para a prisão do outro autor desse crime, ela pode ser feita anonimamente através do disque-denúncia: 181.