Mundo

Foto: Fotos Públicas
em 5 julho, 2018

EUA estão transferindo imigrantes detidos para locais mais próximos dos filhos, diz secretário

O governo dos Estados Unidos está transferindo alguns pais imigrantes para locais de detenção mais próximos dos filhos pequenos dos quais foram separados ao cruzar a fronteira EUA-México para cumprir um prazo imposto pelos tribunais para reaproximar as famílias, disse o secretário de Saúde e Serviços Humanos, Alex Azar, nesta quinta-feira.

No mês passado o juiz Dana Sabraw, de San Diego, ordenou que o governo pare de separar crianças de seus pais imigrantes que entram nos EUA ilegalmente e estabeleceu prazos para o governo reunir as famílias.

Sabraw deu até o dia 10 de julho para que as crianças de menos de 5 anos de idade reencontrem seu pais e até 26 de julho para todas as crianças. Ele também ordenou que os pais sejam postos em contato com os filhos por telefone até sexta-feira.

Azar disse que, com base em uma auditoria ampla da Secretaria de Saúde e Serviços Humanos e em autoridades da imigração, hoje há menos de 3 mil crianças sob os cuidados da secretaria que podem ter sido separadas dos pais mantidos sob custódia por cruzarem a fronteira ilegalmente ou por outras razões, como temores pela segurança da criança.

Destas, aproximadamente 100 crianças têm menos de 5 anos, afirmou.

Para acelerar o processo de reunificação, o Departamento de Segurança Interna está realocando pais de crianças de menos de 5 anos para locais de detenção mais próximos de seus filhos “para que possamos reunir as crianças aos pais o mais rapidamente possível para cumprir o prazo da corte”, disse Azar.

Ele acrescentou que nenhuma criança foi devolvida aos pais sob custódia da Agência de Execução da Imigração e da Alfândega ainda, mas isso acontecerá em breve.
 

Fonte: Agência Reuters