Nacional

em 16 maio, 2018

Ex-vereador do PT e filho que agrediram manifestante em frente ao Instituto Lula são presos

O ex-vereador de Diadema Manoel Eduardo Marinho, o Maninho (PT), e seu filho Leandro Eduardo Marinho (PT) foram presos nesta quarta-feira (16) após se apresentarem ao Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa, na região central de São Paulo.

A juíza da 1ª Vara do Júri de São Paulo, Debora Faitarone, decretou a prisão dos dois na última sexta-feira (11), por tentativa de homicídio de um manifestante em abril durante ato em frente ao Instituto Lula, na zona sul de São Paulo.

O desembargador César Augusto Andrade de Castro, da 3ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça, negou nesta terça-feira (15) liminar em pedido de habeas corpus à dupla.

De acordo com a advogada de Maninho e do filho dele, Patricia Cavalcanti, a apresentação dos dois "foi espontânea". "A defesa vai continuar com recursos e ingressará pedido de habeas corpus nesta sexta [dia 18], ou, no máximo, na segunda [dia 21]. Não houve tentativa de homicídio, mas uma lesão corporal", disse a advogada.

Autor(a): Saulo de Castro