Cultura

em 16 setembro, 2018

Fest Bossa & Jazz movimenta fim de semana em Mossoró

Para promover a cultura e a educação musical, de maneira a fortalecer a interiorização do Turismo, o Estado promoveu durante este final de semana, via Acordo de Empréstimo com o Banco Mundial, o Fest Bossa & Jazz 2018, em Mossoró.

O secretário da Sethas e coordenador do Projeto Governo Cidadão destaca que, com foco no desenvolvimento regional sustentável, a promoção do festival de música vai além.

“Um evento como esse promove ainda a integração da comercialização dos produtos regionais e o forte incentivo à educação e profissionalização musical aos jovens que visitarão o evento”, disse.

Jovens como a Melissa Aguiar, artesã cearense que mora em Mossoró e há dois anos participa do festival, disse que essa é uma oportunidade de mostrar seu artesanato para futuros clientes.

“Nem sempre as vendas são tão boas, porque muitas vezes o cliente não quer comprar para ficar com uma sacola durante o show. Mas eles acabam pegando nosso contato e comprando até mais do que comprariam aqui, após o evento, em nossa loja”, comemorou.

Na programação, muitas atrações musicais locais, regionais, nacionais e internacionais, de artistas novos e consagrados, contando com a proposta de contrapartidas sociais, com a promoção de workshops, oficinas e palestras gratuítas destinadas a estudantes da música ou entusiastas.

“Trabalhar o nosso Turismo, numa terra como Mossoró é muito especial. E fazer isso com foco no jazz, soul, bossa nova e blues, promovendo um intercâmbio entre artistas e plateia torna o momento ainda mais enriquecedor”, comentou a Secretária adjunta de Turismo do RN, Solange Portela.

“Receber um evento deste porte aqui em Mossoró, promovendo lazer gratuito à toda população e de qualidade, com artistas incríveis como Lu D’sosa com Sérgio Groove trazendo o tributo a Gil, sem falar na Roberta Sá à convite da Sesi Big Band - que teve uma entrada triunfal de seus músicos-, é surreal”, ressaltou a estudante de medicina, Fernanda Xavier, se referindo aos músicos que são também os maestros do projeto das Bandas Sinfônicas para a Juventude, financiaras pelo Estado do RN, via banco mundial, quando se juntaram ao maestro português Eugênio Graça.

Completando a programação, a produtora cultural Juçara Figueiredo ainda lembrou que “aconteceram shows internacionais como Taryn Donath, nacionais como Alan Jones, além de diversos cortejos e Jam Sessions com grupos locais como o mossoroense Monxoró Bass”.

 

Autor(a): Saulo de Castro