Moda - maxalbrn@gmail.com

Max Almeida

 


Muito mais do que estar atenta às tendências, a Damyller acredita que a consciência ambiental está relacionada ao bom andamento da empresa e do sucesso de seus produtos. Desde que foi fundada, a responsabilidade social faz parte do DNA e valores da marca. Preservando o meio ambiente, gerenciando rigorosamente todos os processos que utilizam os recursos naturais, principalmente a água. 

Há mais de oito anos, a Damyller é uma das poucas marcas no Brasil que utiliza em seu processo produtivo um equipamento que retira e substitui o uso de água: a Máquina de Ozônio, que é usada no beneficiamento do jeans. Com tecnologia espanhola, acentua o processo de limpeza das peças, sem utilizar produtos químicos. Além de deixar um aspecto vintage nas peças, o equipamento permite a redução no uso de uma tonelada de produtos químicos por mês, antes utilizados na lavagem do denim. Outro benefício importantíssimo é a economia no uso de 3,3 milhões de litros de água (o suficiente para encher quase duas piscinas olímpicas), que deixam de ser usados no processo todos os meses.

Na Estação de Tratamento de Efluentes (ETE), é feito o tratamento de todo efluente gerados na indústria e sanitários. Além disso há o controle das emissões atmosféricas como na caldeira, onde são utilizados eucaliptos reflorestamento como combustível a fumaça expelida é tratada antes de voltar para o meio ambiente. Entre as outras iniciativas adotadas no pátio fabril estão o Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos (PGRS), que controla e destina todos os resíduos gerados na empresa encaminhando adequadamente para reciclagem e ou encaminhando para um aterro industrial controlado.

A Damyller faz uso de tingimentos ecológicos, como o do CAFÉ - o qual utiliza a borra como corante, solução ecologicamente correta. O silk também é ecológico, onde emprega-se a lignina da bananeira como pigmento para serigrafar peças. Outro tingimento que merece destaque é o modo a seco, pois utilizando apenas 0,5 litros de agua é possível tingir um quilo de roupa. Em um processo tradicional, utiliza-se normalmente 70 litros de água por quilo de roupa.

Complementando as iniciativas sustentáveis da empresa, estão, a coleta seletiva do lixo, reciclagem e plantio de mudas nativas nos arredores da fábrica e   utilização de lâmpadas de LED por todo o pátio fabril, visando a economia de energia. Além da realização de pesquisas, para obter a melhor tecnologia no beneficiamento têxtil, e ainda investindo em maquinários como na Turquia, Itália e Espanha, além de processos e produtos de última geração.

“Para a Damyller a sustentabilidade não é somente uma questão de respeito ao meio ambiente, é também uma forma de mostrar o quanto a empresa considera e se preocupa com os funcionários, comunidade e consumidores da marca. Por isso, investimentos constantes são feitos desde a educação sobre a importância da coleta seletiva de resíduos, até o tratamento de toda água utilizada na empresa. Se precisamos e utilizamos os recursos naturais para dar vida aos produtos, nada mais justo que preservá-los, fazendo moda de forma consciente e sustentável”, destaca o sócio fundador da empresa, Cide Damiani.