Esportes

Foto: Marko Djurica/Reuters
em 23 junho, 2018

México vence a Coreia por 2 a 1 e chega a seis pontos no Grupo F

Com a vitória de 2 a 1 contra a Coreia do Sul, na Arena Rostov, em Rostov, o México chega a seis pontos e dá um grande passo para se classificar para a próxima fase da Copa do Mundo Rússia 2018. O time que venceu a Alemanha por 1 a 0, na primeira rodada do Grupo F, não encontrou dificuldade de vencer os coreanos neste sábado.

Coreia do Sul e México começaram a partida com muita marcação no meio de campo. Os dois times concentraram as jogadas na parte central do gramado. Diferentemente da partida contra a Alemanha, quando buscou sempre o contra-ataque, o México jogou com seus atacantes mais avançados.

Passados dez minutos de jogo, nenhum dois times em campo havia chutado a gol. Somente aos 12 minutos, em uma falta batida com a bola cruzada na área da Coreia, o atacante Chicharito Hernández cabeceia para fora do gol defendido pelo goleiro Jo Hyeon-Woo. O time coreano respondeu imediatamente. Em um contra-ataque pela esquerda a bola chega para Lee Yong, mas o chute foi bloqueado pela zaga mexicana.

Aos 20 minutos, Son recebeu livre pela direita, avançou em velocidade, fechou para o meio e na hora do chute foi bloqueado. A bola volta para o coreano que chuta e, mais uma vez é bloqueado. Aos 23 minutos, Guardado pela esquerda faz o cruzamento, mas Jang Hyun-Soo intercepta a bola com o braço e o árbitro marca o pênalti. Vela faz a cobrança no meio do gol e marca o primeiro gol do México.

Após o gol mexicano, o técnico coreano colocou mais à frente a sua linha de atacantes. Com uma marcação forte em todo o campo, os jogadores mexicanos conseguiam neutralizar as jogadas ofensivas da Coreia. Aos 38 minutos, o atacante Son é lançado por trás da zaga mexicana, ele desce em velocidade, entra na área e na hora do chute tem a bola travada pelo goleiro Ochoa.

O primeiro tempo termina aos 46 minutos, após uma cobrança de falta. A bola é lançada sobre a área, mas é neutralizada pela defesa coreana.

 

Autor(a): Saulo de Castro