Nacional

Foto: Divulgação
em 11 maio, 2018

Militar morre ao ser baleado em treinamento do Exército

Um militar do Exército morreu após ser atingido acidentalmente com um tiro na cabeça durante treinamento do 6º Grupo de Instrução de Lançadores Múltiplos de Foguetes das Forças Armadas, no Campo de Formosa (GO), Entorno do Distrito Federal. O jovem, Victor Campos Ferreira, 20 anos, era primo do deputado federal João Campos (PRB).

O Exército informou que a equipe médica atendeu o rapaz e ele foi levado para o Hospital Municipal de Formosa. Porém, não resistiu aos ferimentos.

A Polícia do Exército foi acionada e realizou a perícia. A Polícia Civil de Goiás (PCGO) assumiu o caso e informou que o crime envolve um colega sargento, responsável pelo disparo. Por ter ocorrido durante treinamento e no espaço do Exército, não será investigado pela corporação.
Em nota, o Exército informou que “o Comando de Operações Especiais está tomando todas as providências para apoiar a família do militar, com equipe composta por um psicólogo e um capelão militar”, declarou.

A família dele é de Redenção, no Pará. Victor estava lotado no 1º Batalhão de Ações de Comandos (1º BAC), criado em 2002, localizado em Goiânia (GO).

Autor(a): Saulo de Castro