Mundo

em 5 dezembro, 2018

Nervosismo sobre crescimento e comércio derruba ações europeias para mínimas de duas semanas

Preocupações sobre os mercados de títulos dos EUA sinalizarem uma recessão em breve e a continuidade da guerra comercial entre as duas maiores economias do mundo pressionaram as ações europeias a cair ainda mais nesta quarta-feira, depois de um recuo de 3 por cento em Wall Street na véspera.

O índice pan-europeu STOXX 600 terminou em baixa de 1,2 por cento, em seu menor nível desde 23 de novembro. O índice da zona do euro e o alemão DAX também caíram 1,2 por cento.

As bolsas dos EUA estão fechadas nesta quarta-feira para um dia de luto em homenagem ao ex-presidente George H.W. Bush, que morreu na semana passada.

Setores cíclicos como construção e mineradoras registraram as maiores quedas, com recuo de 2,2 por cento e 1,8 por cento, respectivamente, conforme investidores se desfaziam de ações muito sensíveis a crescimento econômico.

“Os cíclicos são muito dependentes de acelerações no crescimento, eles são a economia muito real, sensível a faturamentos maiores”, disse John Ricciardi, CEO e gerente de portfólio na Kestrel Investment Partners.

A inversão de partes da curva de rendimentos dos Estados Unidos significa que investidores estão começando a entrar em pânico sobre crescimento futuro e inflação, acrescentou Ricciardi.

Analistas reduziram suas estimativas para o crescimento dos resultados em 2019, diante do mau humor dos mercados no outono (do hemisfério norte).

Fonte: Reuters