Automotivos

em 4 janeiro, 2018

Nissan lança tecnologia que permite o controle do carro com a mente

A Nissan anunciou o resultado de pesquisas que permitirão que veículos interpretem sinais emitidos pelo cérebro dos motoristas, redefinindo a maneira como as pessoas interagem com os seus carros.
 
A tecnologia batizada de "Brain-to-Vehicle", ou B2V, promete acelerar o tempo de reação para os motoristas e fará com que os carros se adaptem continuamente para tornar a experiência de dirigir cada vez mais agradável.
 
A tecnologia B2V da Nissan é a primeira desse tipo no mundo. O motorista usa um dispositivo capaz de captar sua atividade cerebral, que depois é analisada pelos sistemas autônomos. Ao antecipar o movimento pretendido, o sistema pode gerar ações – como girar o volante ou reduzir a velocidade – em 0,2 a 0,5 segundos mais rápido do que o motorista, sempre de modo imperceptível.
 
A Nissan vai apresentar as funcionalidades da sua exclusiva tecnologia na CES 2018 (Customer Eletronics Show), feira focada em inovação que acontece em Las Vegas de 9 a 12 de janeiro. A B2V é o mais novo avanço da área de Mobilidade Inteligente da Nissan e reflete os esforços da empresa para transformar a maneira como os carros são alimentados, impulsionados e integrados à sociedade.
 
 "Quando a maior parte das pessoas pensa em direção autônoma, o que vem à mente é uma visão muito impessoal do futuro, em que os seres humanos deixam de controlar as máquinas. Mas a tecnologia B2V faz exatamente o contrário, porque ela usa sinais emitidos pelo cérebro humano para tornar a experiência de dirigir mais atraente e agradável", disse o vice-presidente executivo da Nissan, Daniele Schillaci. "Com a Mobilidade Inteligente da Nissan estamos conduzindo as pessoas para um mundo melhor ao oferecer mais autonomia, mais eletrificação e mais conectividade. "
 
Esta tecnologia inédita da Nissan é fruto de pesquisas que visam usar a técnica de decodificação cerebral para prever as ações dos motoristas e detectar desconfortos:
 
Previsão
Ao captar sinais de que o cérebro do motorista está prestes a iniciar um movimento – como girar o volante ou pisar no acelerador – a tecnologia de assistência ao motorista pode começar a ação mais rapidamente. Isso pode reduzir o tempo de reação e melhorar a direção manual.
 
Detecção
Ao detectar e avaliar qualquer desconforto do motorista, a inteligência artificial pode alterar a configuração ou o estilo de dirigir quando estiver no modo autônomo.
 
Entre outros usos possíveis estão o ajuste do ambiente interno do veículo, como explicou Lucian Gheorghe, pesquisador sênior de inovação do Centro de Pesquisas da Nissan no Japão, que está liderando a pesquisa do B2V. A tecnologia pode, por exemplo, usar a realidade aumentada para ajustar o que o motorista vê e criar um ambiente mais relaxante.
 
A Nissan contará com um simulador para demonstrar algumas funcionalidades desta tecnologia na CES, e Gheorghe estará disponível para responder perguntas. A exposição da Nissan será no estande 5431 do Las Vegas Convention Center's North Hall.