Cidade

em 10 setembro, 2019

Número de recuperações judiciais aumenta 7,6% em agosto de 2019, revela Serasa Experian

De acordo com o Indicador Serasa Experian de Falências e Recuperações, foram feitos 142 pedidos de recuperação judicial em agosto/19, um aumento de 7,6% no comparativo com o mesmo mês em 2018 (132 pedidos). Na relação com julho deste ano, quando foram feitas 172 requisições, o índice apresentou queda de 19,3%. No acumulado dos primeiros oito meses de 2019, na comparação com o mesmo período do ano anterior, a redução foi de 4,7%, com 936 pedidos.

As micro e pequenas empresas continuam liderando os pedidos de recuperação judicial no mês analisado, representando 66,1% do total (94 pedidos), seguidas pelas médias e grandes empresas, com 24 pedidos cada uma (representatividade de 16,9% cada). De janeiro a agosto de 2019, as micro e pequenas empresas representaram 61,2% pedidos, seguidas pelas médias (21,9%) e grandes (16,8%) – total de 573 pedidos, sendo 205 e 158 respectivamente.

De acordo com o economista da Serasa Experian, Luiz Rabi, a falta de dinamismo econômico continua atuando negativamente no fluxo de caixa das empresas que, por consequência, elevam seus níveis de inadimplência e de insolvência. "Além disso, a alta de 6,3% na cotação média da taxa cambial em agosto, afetando custos, pode ter agravado tal situação financeira das empresas", sinaliza Rabi.

Autor(a): Saulo de Castro