Nacional

em 5 outubro, 2018

ONG lança campanha para alunos conhecerem história do Museu Nacional

A Associação Amigos do Museu Nacional (SAMN), com apoio do Museu Nacional, da Quinta da Boa Vista, atingido do por um incêndio no dia 2 do mês passado, está fazendo uma campanha de financiamento coletivo que tem como objetivo retornar as atividades da instituição junto às comunidades escolares. Até o momento, foram arrecadados mais de R$ 24 mil. O objetivo da primeira meta é chegar a R$ 50 mil e a segunda etapa pretende arrecadar R$ 300 mil.

Com os recursos arrecadados, a proposta é continuar recebendo alunos, além de fazer mudanças na forma de empréstimo dos materiais didáticos, na reorganização física do acervo preservado, no acondicionamento dos materiais emprestados a cada escola parceira, na organização da participação e na ida de servidores do Museu Nacional às escolas. A campanha também permitirá a preparação de catálogo digital para expor o material didático disponível para professores e o retorno da recepção de turmas escolares em espaços internos.

De acordo com a presidente da Associação Amigos do Museu Nacional, Vera Lucia Huszar, a principal intenção do projeto é criar um centro de visitação para escolas dentro do Horto Botânico, uma área dentro da Quinta da Boa Vista, com mais de 40 mil metros quadrados. Na primeira etapa da campanha, com meta de R$ 50 mil, o objetivo é investir na produção e na articulação do material didático.

“Na segunda etapa, com meta de R$ 300 mil, a finalidade é reativar as visitas mediadas com estudantes de ensino fundamental e médio e revitalizar o Horto Botânico, onde serão desenvolvidos um circuito botânico nos jardins e um circuito expositivo de temática diversa, especialmente em zoologia, com acervos, microscópios e mídias interativas. Além disso, uma edificação em meio ao jardim será adaptada para o circuito expositivo”, explicou Vera Lucia.

A campanha estará disponível até o dia 21 de novembro no site Benfeitoria. As doações variam de R$ 20 a R$ 10 mil, com direito a diferentes recompensas.  A Associação Amigos do Museu Nacional (SAMN) criou uma conta para receber doações destinadas a este momento de emergência.

Os recibos de doações para pessoas físicas e jurídicas serão emitidos pela SAMN, entidade de utilidade pública, reconhecida no Estatuto dos Museus e que, há mais de 80 anos apoia ações e projetos do Museu Nacional. 

 

Fonte: Agência Brasil