Cidade

em 14 janeiro, 2020

Operação da PF combate contrabando de cigarros e mercadorias estrangeiras no RN

Polícia Federal deflagrou na manhã desta terça-feira, 14, a operação “Níquel”, com objetivo de desarticular uma organização criminosa armada, que se vale da participação de policiais militares para a prática de contrabando de cigarros e outras mercadorias estrangeiras. O grupo estava agindo no Rio Grande do Norte, estados vizinhos e no exterior, desde o ano de 2001.

Ainda segundo a PF, a quadrilha é formada por pelo menos quatro pessoas, estruturalmente ordenada e caracterizada pela divisão de tarefas, cujo propósito é a obtenção de lucro com o contrabando, que é a importação clandestina de produtos estrangeiros, em especial cigarros.

As investigações apontam que a quadrilha desafiava a ordem pública, pois dentre as ações criminosas, valia-se de policiais militares para a escolta de cargas ilegais de cigarros no território nacional.

Após representação policial, a Justiça Federal, com parecer favorável do Ministério Público Federal no RN, deferiu várias ordens judiciais, dentre elas as de prisão preventiva e sequestro de cerca de R$ 16 milhões em bens dos investigados.

Todo o material colhido na investigação será compartilhado com a Polícia Civil e Militar, bem como com o Ministério Público Estadual, para providências de competência dessas instituições, considerando a verificação de indícios de prática de outros crimes durante as investigações.

 

Autor(a): Saulo de Castro