Mundo

em 23 maio, 2019

Os sinais de alarme que levam os jovens para a rua em defesa do clima

Foto: @greveclimaticaestudantil

Milhares de jovens de mais de cem países fazem na sexta-feira uma nova greve estudantil, em protesto pela inação dos governos em relação às alterações climáticas.

A greve, que também se realiza em vários concelhos de Portugal e à qual se juntam organizações não-governamentais e sociedade civil, partiu da ideia de uma jovem sueca de 16 anos, Greta Thunberg, que desde o ano passado iniciou uma greve às aulas, uma forma de chamar a atenção para a necessidade de mais ação para fazer face às alterações climáticas.

 

Autor(a): Saulo de Castro