Nacional

em 22 dezembro, 2019

O drible Natália Bonavides na pelada de Lula, Chico Buarque e MST

Foto: Natália no drible - Foto: Ricardo Stuckert

A deputada federal potiguar Natália Bonavides (PT) participou hoje da 'pelada' de confraternização com o ex-presidente  Lula da Silva, que reuniu o cantor e compositor Chico Buarque, Pedro Stédile e demais integrantes do MST, hoje (22), em jogo de futebol - a famosa pelada - na Escola Nacional Florestan Fernandes, em Guararema. interior de São Paulo. Mais um evento parte da agenda de "Lula Livre".

Lula, aos 74 anos, jogou com a camisa 13. O campo da Escola Nacional Florestan Fernandes é só MST (Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra), organizador do evento.

Vestida de cinza, a equipe “Amigos de Chico e Lula”, cujo emblema fazia referência ao ex-jogador Sócrates, morto em 2011, enfrentou os “Amigos do MST”, de vermelho e branco.

Antes do apito inicial, Chico Buarque, defensor de Lula, brincou ao pedir à zaga do MST para “deixar Lula Livre”. Em seguida, Lula estendeu o pedido ao goleiro: “Preciso fazer um gol”, que marcou o primeiro gol de sua equipe por pênalti e empatou o placar em 1 x 1 nos primeiros dez minutos de jogo.

“O goleiro nem se mexeu”, disse o narrador, após a cobrança.

Lula deixou o campo aos 16 minutos e viu o restante da partida da lateral. Seu time ganhou por 2 x 1, com gol de Chico.

No time de Lula, também estavam Fernando Haddad e o ex-ministro das Relações Exteriores Celso Amorim.

Única governadora do PT, é que veste a camisa de Lula por onde passa, Fátima Bezerra não participou da partida de futebol.

 

 

Autor(a): Saulo de Castro