Cidade

em 8 novembro, 2018

PF prende cearense condenado por peculato no Rio Grande do Norte

A Polícia Federal prendeu na manhã desta quarta-feira (7), na zona rural de Maxaranguape, litoral potiguar, um agricultor cearense de 48 anos condenado a 4 anos e 6 meses de reclusão por crime de peculato. A ação se deu em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela 15ª Vara Federal de Ceará-Mirim, Grande Natal.

Segundo as investigações, na década de 2000 o sentenciado exerceu a função de coordenador de uma associação de apoio a reforma agrária que firmou convênios com órgãos da Administração Federal, destinados ao fomento de ações junto a assentamentos no interior do Rio Grande do Norte.

Entretanto, segundo a PF, sendo ele um dos responsáveis pelo desenvolvimento dos projetos, contratou prestadores de serviços e passou a exigir que parte da remuneração paga mensalmente a esses trabalhadores fosse devolvida sob “pena de demissão”.

Após submetido a exame de corpo de delito no Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep), o preso foi custodiado na Superintendência da Polícia Federal, em Natal, e colocado à disposição da Justiça.

Autor(a): Saulo de Castro