Cidade

em 18 outubro, 2018

Polícia Civil investiga mensagens sobre supostas ameaças a eleitores contrários a Bolsonaro no RN

A Polícia Civil e o Ministério Público Eleitoral do Rio Grande do Norte estão apurando a origem e a veracidade de mensagens de um suposto grupo de WhatsApp intitulado "Opressores RN 17", nas quais são relatadas ameaças alegadamente feitas a eleitores de Jair Bolsonaro (PSL), candidato à Presidência da República.

No grupo, também são feitas promessas de estupro, morte e outros tipos de violência contra esses eleitores após o 2º turno, em 28 de outubro.

Em nota, a coordenação geral do PSL no Rio Grande do Norte disse que considera o grupo falso e que as mensagens devem ser descartadas para que não venham a confundir o eleitor com relação ao Programa do Governo Bolsonaro, “direcionado, acima de tudo, para os bons costumes de toda a sociedade brasileira”.

Autor(a): Saulo de Castro