Esportes

em 8 julho, 2018

Russos lamentam derrota, mas se dizem orgulhosos da campanha na Copa

Os russos se concentraram hoje (7) no Boteco Belmonte do Leme, na zona sul do Rio de Janeiro, como em um almoço de família para acompanhar o confronto com a Croácia. Entre caipirinhas e petiscos, os torcedores conversavam, tomavam conta dos filhos pequenos e mexiam nos celulares com tranquilidade. O clima ameno ficou para trás quando a prorrogação aqueceu o jogo, e a decisão foi para os pênaltis.

A Rússia perdeu e deixou a competição, mas o sentimento de frustração pela derrota logo foi substituído pelo de orgulho com o desempenho da seleção anfitriã da Copa do Mundo de 2018.

A historiadora Helena Serebrykva, de 28 anos, mora no Brasil há cinco e acredita que a Rússia provou que tinha condições de continuar na competição, apesar de ter sido eliminada. Para a russa, o saldo da Copa para o país é positivo.

"A Copa abriu a Rússia para o mundo e fez as pessoas conhecerem muito mais o país. Os brasileiros hoje sabem muitas coisas sobre a Rússia que eles não sabiam antes", disse ela, que avalia que o último jogo foi bem jogado pelos russos. "A Rússia foi muito bem e defendeu até o último minuto. Foi legal".

Apesar de o esporte preferido dos russos ser o hóquei, a historiadora acredita que o futebol é outra paixão que cresce no país. "Não somos conhecidos como um país de futebol, mas também amamos esse esporte".

 

Autor(a): Saulo de Castro