Saúde

em 2 maio, 2019

Sesap desmente

Mais um susto corre o Rio Grande do Norte. Dessa vez a notícia que corre nas redes sociais de que o estado foi tomado por um surto de influenza, gripe de infecção aguda do sistema respiratório, provocada pelo vírus da influenza, altamente transmissível, que pode ser mortal. Começa com febre, dor muscular, e tosse seca. 

A Sesap, então, emitiu nota de alerta:

Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap) esclarece ser falsa a informação, que vem circulando nas redes sociais, sobre a ocorrência de um surto de influenza no RN. Desde o início de 2019 até 02 de maio, às 11h, foram confirmados 42 casos de influenza, dos quais 34 foram de H1N1, um de influenza A não subtipado, três de Influenza A Sazonal H3, três de Influenza A e um de Influenza B. Esses números não representam surto da doença, estando dentro do esperado, de acordo com a sazonalidade da influenza.

A Sesap reforça que para redução do risco de adquirir ou transmitir doenças respiratórias, especialmente as de grande infectividade, como vírus Influenza, é importante que além da vacinação, sejam adotadas medidas gerais de prevenção, tais como:

·         Frequente higienização das mãos, principalmente antes de consumir algum alimento

·         Utilizar lenço descartável para higiene nasal

·         Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir

·         Evitar tocar mucosas de olhos, nariz e boca

·         Higienizar as mãos após tossir ou espirrar

·         Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas.

·         Manter os ambientes bem ventilados

·         Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de influenza.

·         Evitar sair de casa em período de transmissão da doença

·         Orientar o afastamento temporário (trabalho, escola etc.) até 24 horas após cessar a febre

Indivíduos que apresentem sintomas de gripe devem:

·         Evitar sair de casa em período de transmissão da doença (até 7 dias após o início dos sintomas)

Autor(a): Eliana Lima