Mundo

em 7 janeiro, 2020

Tumulto deixa ao menos quarenta mortos durante funeral do general Soleimani no Irã

Dezenas de pessoas morreram pisoteadas durante um tumulto no funeral do general iraniano Qasem Soleimani nesta terça-feira, 7. O incidente aconteceu em Kerman, no sudeste do Irã, cidade natal do militar morto na semana passada em um ataque aéreo americano em Bagdá.

A confusão deixou pelo menos 40 pessoas mortas e 230 feridas, segundo informou o diretor do Serviço Nacional de Urgências iraniano, Pir Hossein Koulivand, à uma televisão estatal no balanço mais recente sobre a tragédia. Kolivand explicou ainda que o incidente foi causado por uma aglomeração.

O cortejo com o corpo de Soleimani levou centenas de milhares de pessoas às ruas da capital Teera e de outras cidades no Irã. O funeral contou com a presença do líder supremo do Irã, Ali Khamenei. O aiatolá e os principais comandantes militares do país prometeram retaliação contra os Estados Unidos pela morte do general.

Soleimani será enterrado em um cemitério de Kerman como um “mártir” do Irã.

Autor(a): Saulo de Castro