Economia

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
em 25 março, 2019

‪Visto eletrônico já soma cerca de R$ 450 milhões na economia brasileira‬

Com base nos dados da Polícia Federal, o Ministério do Turismo concluiu que no primeiro ano de funcionamento do visto eletrônico para cidadãos australianos, americanos, canadenses e japoneses teve aumento de 15,7% da entrada desses viajantes no território brasileiro.

O que “resultou em uma injeção de R$ 450 milhões no país”.  E a estimativa é que a isenção de visto, anunciada na última semana pelo governo federal, aumente ainda mais a presença destes visitantes.

Comparação 

Em 2018, a chegada de turistas bateu novo recorde, com mais de 6,6 milhões em relação a 2017, foi superou 6,5 milhões.

Do total, 715,6 mil vieram dos países beneficiados com a isenção de visto que passa e valer em 17 de junho e que contavam, desde o ano passado, com a facilitação do visto eletrônico.

O Canadá foi o país que apresentou o maior crescimento, passando de 48.951 visitantes em 2017 para 71.160 em 2018 - alta de 45,4%.

Em seguida, a Austrália, com salto de 24,7% - de 33.862 para 42.235. Aumento também registrado na estrada de turistas americanos (13,3%), saindo de 475.232 para 538.532. 

De viajantes japoneses: 60.342 para 63.708 (5,6%).

Autor(a): Eliana Lima