Economia

em 14 outubro, 2019

Espaço Terroir terá capacitação e tecnologia para produtor rura

 Produtores e empreendedores rurais têm um encontro marcado a partir deste sábado (12) para capacitação, troca de experiência e conhecimento no Espaço Sebrae Terroir na 57ª Festa do Boi, que será realizada no Parque Aristófanes Fernandes, em Parnamirim. O espaço abre a programação às 16h com exposição de produtos terroir, seminário, oficinas e palestras. Com o tema ‘o sabor de cada lugar’, o espaço vai destacar sustentabilidade e valorização local, assim como apresentar inovações tecnológicas voltadas para o agronegócio. Promovido pela Associação Norte-rio-grandese de Criadores (Anorc), o evento será realizado no período de 12 a 19 de outubro. As inscrições para participar do Espaço Sebrae Terroir são gratuitas e podem ser feitas pela internet no site http://www.rn.sebrae.com.br/terroir/

Ganham destaque no local as tradicionais capacitações que são ofertadas a cada edição do evento com palestras, painéis, seminários e oficinas gastronômicas, inclusive essas últimas voltadas também para o público infantil. Os produtos terroir – aqueles cuja origem está intimamente ligada à cultura e condições geográficas de determinada região – serão um dos destaques da programação.

Uma exposição com 32 empresas vai mostrar o potencial dos produtos que carregam o DNA do Rio Grande do Norte e, durante o evento, será apresentado o Manifesto em Defesa do Produto Potiguar. “Queremos com esse manifesto que toda a cadeia do setor de alimentos e bebidas assine e defenda o nosso terroir”, diz a coordenadora do Espaço Sebrae Terroir, Mona Paula Nóbrega.

Sobre a proposta do espaço, a coordenadora explica: “Nesta edição, demos um foco mais amplo ao tema terroir, abrangendo os eixos sustentabilidade, inovação e valorização local em vários momentos da programação”.

A Fazenda Digital será um espaço para apresentar novas experiências, sobretudo na área de tecnologia, capazes de otimizar a produção e gestão da propriedade. 16 startups com soluções para o agronegócio vão estar no local, apresentando as ferramentas desenvolvidas. A proposta é aproximar os produtores e empreendedores rurais às tecnologias acessíveis, para assim obterem rentabilidade, fortalecerem a gestão e ampliarem mercado. Também haverá estações –queijeira, unidade de agroecologia e aviário - e um empório, expondo os produtos terroir. 

 

Autor(a): Saulo de Castro