Cidade

em 1 outubro, 2018

Mais de 25 atividades marcaram o Setembro Cidadão por todo o Rio Grande do Norte

Educação, inclusão social, esporte, música, literatura, história e muita cultura marcaram o Setembro Cidadão em 2018. Iniciativas que, juntas, contribuem para a consciência cidadã, a formação dos jovens e a paz social. Ao todo, foram cerca de 25 atividades não somente em Natal, por iniciativa do Programa Brasileiro de Educação Cidadã (PROBEC) e seus parceiros, mas em diversos municípios do Estado onde já há lei municipal definindo setembro como mês da cidadania.

“O crescimento do Setembro Cidadão nos alegra, aponta que estamos no caminho certo e, ao mesmo tempo, nos dá a certeza que ainda há muito mais a ser feito por uma sociedade mais cidadã”, afirma o juiz Jarbas Bezerra, um dos idealizadores da iniciativa, ao lado da advogada Lígia Limeira.

O Rio Grande do Norte tornou-se oficialmente o estado cidadão do Brasil, a partir da Lei Complementar 494/2013, e passou a contar com 30 dias dedicados à promoção de uma série de atividades ligadas à educação e cidadania, com a finalidade de levar a crianças e adultos a consciência dos seus direitos e deveres e os meios para participarem mais ativamente dos rumos da cidade, do estado e do país.

Neste ano, entre as várias atividades, foi realizado treinamento para cerca de 200 professores da rede municipal de ensino de Parnamirim, que se capacitaram a tratar, em sala de aula, de temas como cidadania e direitos e deveres. O Setembro Cidadão também esteve presente em debate com estudantes de Direito na UFRN, em ação de apoio aos idosos do Juvino Barreto, em atividades lúdicas em escolas públicas e foi divulgado em mais de uma dezena de entrevistas em veículos de comunicação do estado.

O mês da cidadania é um dos projetos do Programa Brasileiro de Educação Cidadã (PROBEC), idealizado e dirigido pelo juiz Jarbas Bezerra e pela advogada Lígia Limeira, que visa despertar o país para a educação cidadã. Com a finalização das atividades de setembro, o PROBEC dará continuidade ao trabalho de difusão dos conceitos de cidadania entre crianças, jovens e adultos, com iniciativas mensais.

Autor(a): Saulo de Castro