Mundo

em 18 outubro, 2019

Milhares de manifestantes marcham até Barcelona em dia de greve geral

Foto: REUTERS/Albert Gea/Direitos reservados

Lojas vandalizadas, caixotes do lixo e carros em chamas, confrontos com a polícia e agressões entre grupos de extrema-direita e manifestantes antifascistas. Foi assim a quarta noite consecutiva de protestos na Catalunha, com mais incidência em Barcelona. Esta sexta-feira (18), os protestos já levaram à interrupção de várias estradas e ao cancelamento de voos. Em dia de greve geral, espera-se que esta sexta-feira ocorra a maior manifestação dos últimos anos a favor da independência na região.

A tarde de quinta-feira (17) passou sem grandes incidentes, mas no início da noite e ao longo da madrugada o ambiente se agravou, com intensos confrontos entre a polícia e os manifestantes.

Houve vários carros incendiados, confrontos com a polícia e agressões entre manifestantes durante a noite. 
 
A condenação pela justiça de líderes que lutam pela independência foi o motivo para a onda de manifestações violentas.

Autor(a): Saulo de Castro