Cidade

em 17 março, 2020

Missão do Banco Mundial no RN acontece por videoconferência e discute salvaguardas sociais

Foto: João Vital

Diferente das outras missões do Banco Mundial, a primeira de 2020 ao Rio Grande do Norte está acontecendo por videoconferência. Em virtude da pandemia do novo coronavírus, a missão presencial foi substituída por encontros online entre os técnicos do Governo Cidadão e especialistas do banco. Nesta terça-feira (17), a primeira reunião aconteceu para discutir as salvaguardas sociais de alguns projetos em curso.

 

A equipe do Núcleo de Gestão Social fez uma atualização geral das ações em andamento para a especialista em salvaguardas sociais Juliana Paiva, que desde o início do acordo de empréstimo acompanha projetos da Sethas, Secretaria de Educação e de Agricultura, Pecuária e Pesca.

 

A especialista elogiou os últimos relatórios de trabalho enviados pelos técnicos ao banco e mencionou que servirão de referência para outros estados onde a instituição financeira possui acordo de empréstimo em vigor. Através da videoconferência, os participantes discutiram ainda os próximos passos que serão dados.

 

"Estamos montando a equipe que irá dar suporte aos 123 subprojetos de acesso à água, que contarão com reforço da equipe social principalmente na conscientização sobre a gestão da água", frisou a coordenadora do Núcleo, Constância Silva.

O projeto Governo Cidadão vai contar com a parceria da Caern, Igarn e Secretaria Estadual de Saúde (Sesap) neste processo.

 

A especialista Juliana Paiva frisou que tão importante quanto tratar de gestão da água é sensibilizar a população e conscientizá-la sobre o uso adequado. A reunião também serviu para técnicos e especialista tratarem dos pontos abordados pela última ajuda-memória, realizada em 2019.

Autor(a): Eliana Lima