Nacional

em 24 fevereiro, 2020

Moro em entrevista coletiva com o governador Camilo Santana

Foto: Reprodução Twitter

Ao lado do ministro Fernando Azevedo (Defesa) e do advogado-geral da União, André Mendonça, o ministro Sérgio Moro (Justiça) aterrissou hoje (24) em solo cearense, onde policiais militares estão em greve.
Moro considerou que o cenário é grave, mas temporário, e que será resolvido em breve. Levou em conta “indicativo de aumentos de alguns crimes mais violentos”, mas não indica “uma situação de desordem".

Sobrevoou ‪a capital do Ceará para verificar as tropas amotinadas, e conclamou: "Temos que colocar a cabeça no lugar".‬
Participou de entrevista coletiva ao lado do governador Camilo Santana (PT), no Palácio da Abolição, sede do governo cearense.‬
No Twitter, o ministro escreveu (sic):
-Visitamos, com Min da Defesa Fernando Azevedo e Min da AGU André Mendonça, o Ceará para acompanhar as ações das forças federais, FA, FN, PRF e PF, na GLO decretada pelo PR @jairbolsonaro. Está na hora de todos colocarem a cabeça no lugar e de serenar os ânimos

Autor(a): Eliana Lima