Polícia

em 13 fevereiro, 2020

Narcos: operação da PF mira em lavagem de dinheiro, tráfico de drogas e armas

Foto: Reprodução Twitter

A Polícia Federal deflagrou hoje (13) a Operação Narcos, que mira em organização criminosa voltada ao tráfico de drogas e armas e a esquemas de lavagem de dinheiro.

Policiais cumpriram 24 mandados de busca e apreensão e 17 de prisão — sendo 16 preventivas e uma temporária. Das preventivas, quatro são referentes a pessoas que já se encontram presos —, em endereços nos Estados de SC, BA, MG, ES e RS.

No curso da investigação, identificou-se que integrantes do grupo possuíam patrimônios milionários em seus próprios nomes e em nome de terceiros, razão que levou à decretação do sequestro de imóveis, automóveis e do bloqueio de contas de 25 investigados.

Os acusados atuavam em vários estados e utilizavam pequenas aeronaves e aeródromos para trazer drogas da Bolívia, para revenda no mercado interno ou envio para outros países, através de transporte marítimo, a partir de portos brasileiros.

Ainda foram apreendidas duas toneladas de cocaína e 12 aeronaves.

A Polícia Federal deflagrou hoje (13) a Operação Narcos, que mira em organização criminosa voltada ao tráfico de drogas e armas e a esquemas de lavagem de dinheiro.

Policiais cumpriram 24 mandados de busca e apreensão e 17 de prisão — sendo 16 preventivas e uma temporária. Das preventivas, quatro são referentes a pessoas que já se encontram presos —, em endereços nos Estados de SC, BA, MG, ES e RS.

No curso da investigação, identificou-se que integrantes do grupo possuíam patrimônios milionários em seus próprios nomes e em nome de terceiros, razão que levou à decretação do sequestro de imóveis, automóveis e do bloqueio de contas de 25 investigados.

Os acusados atuavam em vários estados e utilizavam pequenas aeronaves e aeródromos para trazer drogas da Bolívia, para revenda no mercado interno ou envio para outros países, através de transporte marítimo, a partir de portos brasileiros.

Ainda foram apreendidas duas toneladas de cocaína e 12 aeronaves.

No Twitter, o ministro Sérgio Moro (Justiça) afirmou: 

- Polícia Federal contra o crime. Apreensão de drogas, prisões, sequestros de aeronaves, veículos e imóveis.

Autor(a): Eliana Lima