Nacional

em 11 fevereiro, 2020

Pipoca a delação de Eike Batista

Foto: Jefferson Rudy/Agência Senado

O empresário Eike Batista iniciou  seu conteúdo de revelações para tentar acordo de delação premiada com a PGR (Procuradoria Geral da República). O conteúdo vazou e foi publicado pela jornalista Bela Megale, do jornal O Globo. Nas 
revelações, Eike aponta para o alto tucanato. No alvo, o ex-presidenciável Aécio Neves, atualmente deputado federal por Minas, a quem ele diz que pagou R$ 20 milhões para a campanha de 2014.

De acordo com a jornalista, o pagamento seria uma forma de agradecimento pela ajuda que, em 2010, Aécio teria realizado às empresas de Eike junto ao poder público, como a concessão de licenças ambientais, por exemplo. A “mãozinha” foi dada em especial no Estado das Minas Gerais. À época, um amigo do deputado federal foi quem recebeu o dinheiro.

Autor(a): Eliana Lima